Esse conteúdo do nosso site está disponível apenas em inglês

Safe and unspoiled food

O tema de perdas e desperdício de alimentos está em pauta em todo o mundo. Com as culturas alimentares de proteção a mofo e leveduras para laticínios frescos, da Chr. Hansen, os alimentos podem permanecer frescos e não deteriorar, sem a necessidade de conservantes químicos.

Desperdício e perdas de alimentos: Uma prioridade global

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), uma em cada quatro calorias destinada ao consumo humano é descartada sem ser consumida pelos seres humanos. Em uma época de escassez de alimentos, com mais de 800 milhões de pessoas com fome, o tema do desperdício de alimentos se tornou uma prioridade para os tomadores de decisão globais, fabricantes de alimentos e a sociedade civil. Além dos impactos sociais e econômicos negativos para a sociedade, o desperdício de alimentos também causa um grande número de impactos ambientais relacionados, incluindo emissões desnecessárias de gases do efeito estufa e usos ineficientes de recursos escassos, como, por exemplo, água e terras.

Mantendo o frescor dos laticínios

Somente o setor de laticínios tem uma perda estimada em cerca de 20% em diferentes etapas da cadeia de valor. Na Europa, 29 milhões de toneladas de produtos lácteos são descartadas anualmente, de acordo com a FAO. Um dos principais desafios para manter os produtos frescos é a contaminação por leveduras e mofo, naturalmente presentes em toda parte, que rapidamente causa deterioração — sobretudo, se há interrupções na cadeia fria, da produção até a mesa do consumidor.

Para ajudar a lidar com este desafio, a Chr. Hansen investe em abrangentes programas de pesquisa capazes de identificar novas cepas de culturas alimentares naturais para manter os produtos lácteos frescos e combater a deterioração. O resultado é uma solução chamada FRESHQ®, que permite que os fabricantes de laticínios aumentem a validade de seus produtos e reduz o risco de deterioração ao inibir o crescimento de leveduras e mofo.

Vantagens em todas as etapas da cadeia de valor

A utilização de FRESHQ® em produtos lácteos, por exemplo, iogurte e queijo, oferece algumas vantagens em diferentes etapas da cadeia de valor dos laticínios, desde a redução da deterioração durante a produção e transporte até o aumento da validade, permitindo mais flexibilidade aos fabricantes e reduzindo descarte e devoluções para os varejistas. Com validade maior, o risco de os produtos expirarem ainda na prateleira do supermercado é menor. Da mesma forma, desde a perspectiva do consumidor, FRESHQ® é uma alternativa atraente aos conservantes químicos.

"Muitos clientes têm uma preocupação grande em reduzir o desperdício, tanto por razões econômicas quanto ambientais. Com FRESHQ®, encontramos um meio de ajudar nossos clientes a reduzir o risco de deterioração e recolhimento de produtos, possibilitando um aumento da validade e uma oferta de produtos mais frescos e de melhor qualidade aos consumidores. E isso acontece sem o uso de conservantes químicos", explica Peter Thoeysen, Gerente de marketing global, da Chr. Hansen.

FRESHQ® já se tornou popular no mercado global de laticínios, e a experiência em culturas bioprotetoras da Chr. Hansen também está se ampliando para carnes fermentadas, como salame, entre outras.

Com FRESHQ®, encontramos um meio de ajudar nossos clientes a reduzir o risco de deterioração e recolhimento de produtos, possibilitando um aumento da validade e uma oferta de produtos mais frescos e de melhor qualidade aos consumidores.

Peter Thoeysen

Hansen, Gerente de marketing global, da Chr.

Compreendendo desperdício e perdas de alimentos

Perda e desperdício de alimentos dizem respeito às partes comestíveis de plantas e animais que são colhidas ou produzidas para o consumo humano, mas que, em última instância, não são consumidas. "Perdas de alimentos", em particular, se refere aos alimentos derramados, deteriorados, sujeitos a danos ou perda do frescor, ou que são perdidos antes de chegar aos consumidores. “Desperdício de alimentos” se refere ao alimento de boa qualidade e próprio para o consumo humano, mas que não é consumido porque é descartado — antes ou depois de estragar.

Fonte: World Resources Institute (Instituto de Recursos Mundiais).

Detalhes rápidos

1/3

Estima-se que 1/3 de todos os alimentos seja descartado

20

Somente o setor de laticínios tem um desperdício anual de 20%

Efeito antifúngico

Estudos demonstraram o significativo efeito antifúngico de  FRESHQ®, resultando em menos leveduras e mofo, e maior validade em produtos lácteos selecionados

Compartilhe