Colaboração externa

Produtos de qualidade internacional exigem cooperação internacional. Nós investimos significativamente em nossas capacidades de P&D internas e colaboramos com especialistas internacionais para compreender a ciência por trás de nossos produtos e facilitar o desenvolvimento de novos produtos inovadores.

Projetos externos

Nossa P&D está envolvida em mais de 25 projetos de colaboração nacional e internacional. Os parceiros de colaboração fazem parte de grupos universitários de alto nível e todos os projetos são financiados por órgãos de financiamento externo. Os projetos abrangem muitos tópicos diferentes, partindo do estudo da fisiologia das cepas de lactobacillus à predição de processos de produção biotecnológica. Alguns dos projetos são mencionados a seguir.

  • FoodTranscriptomics (Dinamarca) – Uso de ferramentas genômicas para predizer o desempenho da cultura inicializadora em aplicações alimentícias.
  • SysMilk (UE) – Enfoques em biologia de sistemas para criar comunidades microbianas para produtos lácteos.
  • BioPro (Dinamarca) – Desenvolvimento de processos de última geração para a produção de micróbios.
  • HoloFoods: Esperamos obter conhecimento sobre como nossos promotores de crescimento microbiano (Bacillus e LABS) contribuem para o bem-estar e crescimento dos animais de produção. 
  • SmartProtein: Nossa participação no projeto proporciona o acesso a uma grande rede de parceiros envolvidos no desenvolvimento de produtos alimentícios de última geração à base de proteínas de origem não animal. Nosso objetivo principal é esclarecer o modo como a fermentação vai afetar a funcionalidade dessas proteínas. 
     

Redes e colaboração

Nós participamos de redes relevantes em todo o mundo, acreditando que parcerias sólidas vão acelerar nossos avanços nas áreas em que atuamos.

Algumas das parcerias importantes incluem:

  • LABIP – Plataforma Industrial de Bactérias do Ácido Lático – organização estabelecida na União Europeia com o objetivo de influenciar e apoiar pesquisas sobre LABS com financiamento público, na UE.
  • IPA EU – Associação Probiótica Internacional, na Europa – organização estabelecida na União Europeia com o objetivo de melhorar o status dos probióticos na UE com base em cepas cientificamente documentadas.
  • Be-Basic – iniciativa de pesquisa financiada pelos Países Baixos para aprimorar as inovações em biotecnologia.
  • Food & Bio Cluster – organização de cluster dinamarquesa, na área de alimentos e recursos biológicos, para apoiar e melhorar o desenvolvimento e as inovações em empresas e instituições de conhecimento na área de alimentos, na Dinamarca.

Veja o vídeo abaixo para saber mais sobre nossa associação com o Food & Bio Cluster (antigo Danish Food Cluster).

Compartilhe