Novo estudo: Probióticos podem oferecer benefícios de equilíbrio imunológico, além de melhorar o sono e o estresse de trabalhadores de turnos alternados

Novo estudo: Probióticos podem oferecer benefícios de equilíbrio imunológico, além de melhorar o sono e o estresse de trabalhadores de turnos alternados
A ingestão de cepas probióticas específicas sugere um impacto favorável no estresse antecipatório e na qualidade do sono de trabalhadores de turnos alternados.
Comunicado à imprensa | Apr 22. 2021 07:06 GMT

Padrões irregulares de sono estão associados à saúde imunológica e podem agravar uma série de problemas de saúde nos trabalhadores de turnos alternados. Um novo estudo sugere que, ao ajudar a microbiota intestinal, os suplementos probióticos podem diminuir o impacto negativo do sono interrompido no sistema imunológico.

A Chr. Hansen, em colaboração com a Griffith University, concluiu recentemente um estudo* sobre o impacto do estresse, do sono e da resposta imunológica. O objetivo do estudo era investigar os benefícios de duas cepas probióticas independentes, Lactobacillus acidophilus, DDS-1® e Bifidobacterium, UABla-12™, no sistema imunológico de indivíduos que trabalham em turnos alternados.

Para manter a sociedade funcionando, muitas pessoas, como vigias, trabalhadores do transporte e profissionais de saúde, têm que trabalhar em turnos alternados. Só nos EUA, mais de 22 milhões de pessoas trabalham em turnos noturnos, em rodízio ou de plantão. Embora a preocupação com alguns dos custos do trabalho de turnos alternados tenha aumentado nos últimos anos, muitos aspectos desse tipo de trabalho permanecem pouco discutidos. Um desses aspectos é o “estresse do turno noturno”, isto é, o mal-estar mentalmente penoso em antecipação ou como consequência do trabalho noturno, associado a distúrbios do sono. Os trabalhadores noturnos dormem em média de duas a quatro horas por dia a menos do que o normal.

Os achados do novo estudo fornecem suporte inicial para o uso dessas cepas probióticas para impactar os efeitos do estresse associado ao trabalho de turnos alternados.

Área de pesquisa pioneira e única: Eixo intestino-cérebro-sistema imunológico
“Com este estudo, estamos explorando a fascinante interação entre o eixo intestino-cérebro e o sistema imunológico, uma nova área de pesquisa pioneira e única”, afirma o dr. Gregory Leyer, diretor sênior de Assuntos Científicos em Saúde Humana da Chr. Hansen.

“Nosso intestino e nosso cérebro estão conectados fisicamente por milhões de nervos, o que é chamado de eixo intestino-cérebro, e ele também se conecta através do sistema imunológico. O intestino e os micróbios intestinais desempenham um papel importante em nosso sistema imunológico ao controlar o que é passado para o corpo e o que é excretado. Avanços recentes na pesquisa descreveram a importância da microbiota intestinal influenciando essas interações”, explica Leyer.

“No estudo, nós observamos vários marcadores de estresse no corpo, como, por exemplo, o nível de hormônio do estresse, cortisol, e uma série de outros marcadores biológicos identificáveis em exames de sangue. Além disso, pedimos aos participantes que avaliassem a qualidade de seu sono com base no Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, um questionário de autorrelato usado para fins de pesquisa. O que vimos foi que a ingestão de cepas probióticas específicas sugere um impacto favorável no estresse antecipatório e na qualidade do sono. Os sujeitos que receberam Bifidobacterium, UABla-12™, relataram uma melhoria de 22% na qualidade do sono”, detalha Leyer.

O pesquisador principal, dr. Nic West, do Griffith’s Menzies Health Institute Queensland, observa que “os suplementos probióticos têm um histórico de uso na saúde respiratória e gastrointestinal, e este estudo, um dos primeiros a examinar o uso de probióticos para o sono e o eixo intestino-cérebro, fornece suporte inicial para a suplementação com cepas probióticas específicas para o estresse de antecipação”.

Pode ser aplicável a uma ampla faixa da população
Embora o estudo aponte o potencial dos probióticos para impactar a mudança nos marcadores de estresse e no sistema imunológico em trabalhadores de turnos alternados, os achados podem ser aplicáveis a uma população ampla e saudável, que convive com sono inconsistente, como, por exemplo, pais que tiveram um filho recentemente, estudantes em fase de provas, pessoas em situações de estresse etc.

“Sono e imunidade andam juntos. O que importa é obter equilíbrio em seu corpo, e os probióticos podem promover uma função imunológica equilibrada”, conclui Leyer, enfatizando que a Chr. Hansen continuará investindo em documentar cientificamente os benefícios imunológicos que podem ser obtidos com os probióticos.




*Probiotics, Anticipation Stress, and the Acute Immune Response to Night Shift

Nicholas P. West1*, Lily Hughes1, Rebecca Ramsey1, Ping Zhang2, Christopher J. Martoni3, Gregory J. Leyer3, Allan W. Cripps4 e Amanda J. Cox1

1 School of Medical Science and Menzies Health Institute QLD, Griffith University, Gold Coast, QLD, Austrália

2 Menzies Health Institute QLD, Griffith University, Gold Coast, QLD, Austrália

3 United Agricultural Services (UAS) Laboratories, Windsor, WI, Estados Unidos

4 School of Medicine and Menzies Health Institute QLD, Griffith University, Gold Coast, QLD, Austrália

Publicado em 28 de janeiro de 2021

DDS-1® e UABla-12™ são marcas comerciais da Chr. Hansen A/S.


A Chr. Hansen é uma empresa de biociência global e diferenciada, que desenvolve soluções com ingredientes naturais para as indústrias alimentícia, nutricional, farmacêutica e agrícola. Na Chr. Hansen, estamos em uma posição privilegiada para impulsionar mudanças positivas por meio de nossas soluções microbianas. Há mais de 145 anos, nós trabalhamos para possibilitar uma agricultura sustentável, rótulos mais limpos e uma vida mais saudável para mais pessoas em todo o mundo. Nossas plataformas de tecnologia microbiana e de fermentação, que incluem nossa ampla e relevante coleção de cerca de 40 mil cepas microbianas, têm um potencial revolucionário. Atendendo às necessidades dos clientes e às tendências globais, nós continuamos a desbloquear o poder das bactérias boas para dar resposta aos desafios globais, como o desperdício de alimentos, a saúde global e o uso excessivo de pesticidas e antibióticos. Como sendo a empresa de biotecnologia mais sustentável do mundo, nós tocamos a vida de mais de 1 bilhão de pessoas todos os dias. Impulsionados por nosso legado de inovação e curiosidade pela ciência pioneira, nosso objetivo – “To grow a better world. Naturally.” – está no centro de tudo que fazemos.

Compartilhe