A combinação probiótica da Chr. Hansen UREX

A combinação probiótica mais bem documentada do mundo para a saúde urogenital da mulher

Uma combinação das cepas Lactobacillus rhamnosus GR-1® e Lactobacillus reuteri RC-14® (a partir de agora serão usadas as marcas registradas GR-1® e RC-14®), a combinação de cepas UREX foi associada ao suporte do trato urogenital de adolescentes e mulheres na pré- e na pós-menopausa. 

A combinação UREX é o probiótico mais bem documentado do mundo para a saúde urogenital da mulher.  

 

Como a Chr. Hansen criou UREX 

A cepa Lactobacillus rhamnosus GR-1® foi isolada, em 1980, da uretra distal de uma mulher saudável e a cepa Lactobacillus reuteri RC-14® foi isolada, em 1985, da vagina de uma mulher saudável.  

Desde então, essas cepas foram vigorosamente investigadas em pesquisas que variam de estudos laboratoriais a ensaios randomizados, duplos-cegos, controlados por placebo. O primeiro ensaio com a cepa GR-1® foi publicado em1988, e o primeiro ensaio com a cepa RC-14® foi publicado em 2001. Mais de 30 ensaios foram publicados, usando uma combinação das cepas GR-1® e RC-14®.  

 

A combinação de cepas UREX ajuda a aliviar o desequilíbrio das bactérias no trato urogenital

A combinação de cepas UREX foi associada a efeitos benéficos no trato urogenital em adolescentes e mulheres na pré- e na pós-menopausa. A combinação UREX demonstrou que:

  • Pode aliviar o desequilíbrio das bactérias vaginais isoladamente e em combinação com intervenções de saúde padrão 1-6
  • Pode ajudar a estabelecer e a manter o pH vaginal saudável3
  • Pode ajudar a manter a microbiota vaginal saudável após desequilíbrio das bactérias vaginais4
  • Promove o equilíbrio da microbiota vaginal durante problemas com aumento excessivo de leveduras8
  • Pode diminuir o corrimento vaginal8
  • Pode aumentar a abundância de lactobacilli saudáveis no trato vaginal9, 2
  • Pode reduzir o número de vezes com problemas causados por desequilíbrio das bactérias no trato urinário.7

Controle total de todas as etapas de fabricação para que UREX seja segura e de alta qualidade 

A Chr. Hansen tem um processo de fabricação exclusivo, com total controle de todas as etapas durante a produção de nossas cepas probióticas. O resultado são cepas probióticas de alta qualidade, com qualidade e segurança superiores.  

Na Europa, Lactobacillus rhamnosus e Lactobacillus reuteri receberam o estatuto de QPS (do inglês “Qualified Presumption of Safety” – suposição qualificada de segurança) da EFSA (do inglês “European Food Safety Authority” – autoridade europeia para a segurança alimentar) – um estatuto oferecido em nível de espécie.  

As cepas probióticas UREX foram fornecidas para meninas, adolescentes, mulheres na pré- e na pós-menopausa e mulheres grávidas, não apresentando problemas de segurança.  

 

Como UREX funciona 

As cepas UREX podem aliviar o desequilíbrio bacteriano pela produção de substâncias antimicrobianas. As cepas UREX ajudam a diminuir o PH vaginal, produzindo ácido lático. E as cepas UREX ajudam a reduzir biofilmes prejudiciais.  

 


GR-1®, RC-14® e UREX são marcas registradas da Chr. Hansen A/S.


Referências 
1 Petricevic et al, European Journal of Obstetrics Gynecology and Reproductive Biology, 2008; 141(1):54–57.
2 Anukam et al, Microbes and Infection, 2006; 8(12–13):2772–2776.
3 Martinez et al, Canadian Journal of Microbiology, 2009; 55(2):133–138.
4 Vujic et al, European Journal of Obstetrics Gynecology and Reproductive Biology, 2013; 168(1):75–79.
5 Reid et al, FEMS Immunology and Medical Microbiology, 2003; 35(2):131–134.
6 Reid et al, Journal of Medicinal Food, 2004; 7(2):223–228.
7 Beerepoot et al, Archives of Internal Medicine, 2012; 172(9):704–712.
8 Martinez et al, Letters in Applied Microbiology, 2009; 48(3):269–274.
9 Macklaim et al. Microbial ecology in health and disease, 2015; 26:27799
10 Morelli et al. J Clin Gastroenterol, 2004, 38, 107-110. 


 
 

Esta comunicação se destina exclusivamente a B2B e a profissionais de saúde. Esta comunicação não se destina a consumidores de bens de consumo finais. Nada nesta página deve ser interpretado como uma alegação aprovada.  

Compartilhe