Prateleiras dos supermercados

Nosso combate ao desperdício de alimentos

- Mas há um meio natural de resolver a situação. Dê uma olhada!

Caracterizado por elevada rotação de estoque, cadeias de fornecimento frágeis e validades relativamente curtas, o consumo de produtos lácteos em mercados desenvolvidos é uma contribuição relevante para o desperdício e as perdas globais de alimentos.  Um exemplo: até 17% de todo o iogurte é desperdiçado anualmente na UE, o que equivale ao total de 1,5 milhão de toneladas de iogurte.

A bioproteção, que é um conservante natural formado por bactérias boas, pode reduzir o desperdício de iogurte na UE em até 360 mil toneladas, o que equivale a uma economia líquida de 180 milhões de euros na Europa, e cerca de 430 mil toneladas de CO2 . E há incentivos econômicos para todas as partes da cadeia de valor, produtores de laticínios, comerciantes e consumidores, de acordo com um estudo de impacto realizado por QBIS e consultores externos, e revisado por especialistas líderes em consultoria.

A Chr. Hansen está comprometida em reduzir o desperdício global anual de iogurte em 2% em 2020. Isso é parte da nossa Estratégia de Sustentabilidade e está alinhada com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas número SDG 12. 

Bioproteção

1/3

1/3 de todo o alimento produzido é desperdiçado

17

17% de todo o desperdício de iogurte na Europa é descartado (1,5 milhão de toneladas)

80

80% de todo o desperdício de iogurte está relacionado à data de validade

30

O desperdício de iogurte na Europa poderia ser reduzido em 30%, se a validade fosse ampliada com sete dias de uso de Bioproteção, como, por exemplo, FRESHQ ®

180 milhões

180 mi de euros poderiam ser economizados anualmente com a redução do desperdício de iogurte

430 mil

430 mil toneladas de CO poderiam ser economizadas, se o desperdício de iogurte fosse reduzido em 30%

Quer saber mais?

Compartilhe