各种黄色硬糖

Rótulo limpo (clean-label) é a principal tendência em 2017

A tendência do rótulo limpo (clean-label) continua a se estabelecer no mercado de confeitos doces norte-americano.* É uma consequência natural do que Innova Marketing chama Clean Supreme [Limpo Supremo], a principal tendência F&B, em 2017. De acordo com Innova, a tendência para rotulagem limpa e clara se tornou um padrão à medida que os consumidores querem compreender o que comem de todos os modos.

Rótulos naturais

Alegações na frente da embalagem

Alegações são um meio comprovado de aumentar a transparência e ajudar os consumidores a fazer escolhas informadas. Na categoria chicletes e confeitos doces, a alegação usada com mais frequência nos últimos 12 meses foi "Sem aditivos/conservantes"; ela apareceu em 12% de todos os produtos lançados (Mintel, 2017).  Isso não surpreende, quando, por exemplo, 39% dos consumidores de confeitos no Canadá afirmam que procuram produtos com ingredientes totalmente naturais e sem aditivos artificiais. De acordo com Mintel, aproximadamente 40% de todas embalagens de confeitos doces lançadas usam alegações "menos",  “natural” ou “sem”.*

Embora o número total tenha sido consistente nos últimos 5 anos, há uma leve tendência de queda nas alegações "menos" e uma correspondente tendência de aumento nas alegações "natural".

Gráfico sobre confeitos doces
Sugar confectionery and gum innovation North America, março de 2012 – fevereiro de 2017, mostra mudanças no uso de alegações em lançamentos de produtos (Fonte: Mintel, 2017)

Alegações de marketing não devem se arriscar a um litígio 

O fato de que as alegações "natural" estejam aumentando indica que produtores de alimentos têm mais informações sobre seus ingredientes e se sentem à vontade para fazer alegações "todos os ingredientes são naturais" ou "orgânico". Infelizmente, não há definição clara dessas alegações, o que forçou os fabricantes a criar as próprias definições e interpretação da lei. Para evitar risco de litígio, muitos fabricantes preferem errar por excesso de zelo, por exemplo, ao interpretar "todos os ingredientes são naturais" como significando que os ingredientes usados para preparar os seus ingredientes também devem ser naturais ou vir de fonte natural. Parece óbvio que um concentrado de suco vegetal utilizado para colorir em alimentos orgânicos deva ser padronizado com concentrado de suco de maçã orgânico em vez de açúcar invertido, mas como não está listado nas listas de ingredientes, os fabricantes devem fazer sua pesquisa para ter certeza.

Da mesma forma, alegações sem OGMs devem ser rastreáveis em toda a cadeia de valor.

USDA Good para o seu carimbo

Regulamentações sobre alegação orgânica bem definidas

O orgânico cresce em importância, mesmo em chicletes e confeitos doces. Alegações orgânicas aumentaram 300% no ano que terminou em fevereiro de 2017 (6%) em comparação com o ano anterior (2%), embora parta de um número reduzido.* Orgânico está recebendo um impulso a partir da avaliação dos consumidores de como os alimentos são feitos, bem como devido à sua preocupação com o bem-estar animal. Alegações "orgânico" são mais fáceis de lidar do que alegações "natural" por estarem mais bem definidas pela USDA:

Orgânico (100%) todos os ingredientes devem ser certificados como orgânicos

Orgânico (95%) todos os ingredientes agrícolas são certificados orgânicos, a não ser quando especificado na Lista Nacional, e ingredientes não orgânicos são permitidos, de acordo com a Lista Nacional, até um total combinado de 5%. Uso do logo orgânico USDA autorizado

Feito com Orgânicos (70%) alimentos são produtos que contêm, pelo menos, 70% de ingredientes orgânicos e podem conter até 30% de ingredientes não orgânicos. Uso do logo orgânico USDA NÃO autorizado

Produtos orgânicos 95% e 70% podem ser coloridos com corantes orgânicos que satisfazem os requisitos, também chamados NOP (produto aliado não orgânico). Corantes e outros ingredientes das listas NOP, que podem ser incluídos em produtos/produção orgânicos se corresponderem à lista Nacional.** Essas cores não devem ser produzidas utilizando-se solventes sintéticos e sistemas carreadores ou qualquer conservante artificial.

A Chr. Hansen tem várias linhas de corantes para atender sua estratégia de formulação de confeitos:

  • Concentrados de suco vegetal que correspondem a NOP para seus lançamentos orgânicos. O suco vegetal se baseia em concentrados de frutas e de vegetais que correspondem a NOP e não têm conservantes, ingredientes artificiais ou açúcar invertido. 
  • Alimentos com propriedade de colorir, que podem suportar suas alegações "todos os ingredientes são naturais" ou "colorido com frutas e vegetais"
    Corantes naturais, que podem suportar suas alegações "Colorido com corantes naturais"  ou "Sem corantes artificiais"

*Mintel, Category Insight: Sugar Confectionery & Gum (2017)
**A lista de corantes produzidos não organicamente (NOP) permitidos em alimentos orgânicos pode ser encontrada em 7 CFR §205.606. É uma lista de pigmentos seletivos, produzidos sem uso de solventes sintéticos e sistemas carreadores ou qualquer conservante artificial (7 CFR §205.605).

Compartilhe