A ESPGHAN recomenda os probióticos da Chr. Hansen para uso em prematuros

A ESPGHAN recomenda os probióticos da Chr. Hansen para uso em prematuros
Comunicado à imprensa | Feb 28. 2020 10:23 GMT

Foi publicado o  Novo Position Paper da "Sociedade Europeia de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátricas", reconhecida internacionalmente, que identifica as cepas probióticas eficazes para os bebês prematuros

Em novembro de 2019, a Chr. Hansen  anunciou o lançamento de uma nova combinação probiótica de três cepas, que pode ajudar na saúde e no desenvolvimento do intestino de bebês prematuros e reduzir, como foi comprovado, o risco de enterocolite necrosante (ENC) em 50% (1). A ENC é uma doença inflamatória e é a principal causa de mortalidade em todo o mundo de bebês prematuros.

Disponível através de parcerias com clientes nos EUA e na Europa, este produto já está sendo utilizado em várias unidades neonatais de tratamento intensivo. Agora um novo Position Paper da Sociedade Europeia de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátricas (2) recomenda cepas probióticas incluídas na combinação da Chr. Hansen.

O grupo de trabalho recomenda o seguinte: "se todas as condições de segurança forem cumpridas, o painel recomenda condicionalmente o uso da combinação de Bifidobacterium infantis, Bb-02 (DSM 33361), Bifidobacterium, BB-12® e Streptococcus thermophilus, TH-4® em uma dose de 3,0 a 3,5 x 108 UFC (de cada cepa), pois essa combinação pode reduzir a ENC de estágio 2 ou 3".

A recomendação foi  publicada no Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition, em 11 de fevereiro de 2020.

O melhor apoio
"Com esta nova declaração de posição, nossa combinação probiótica de três cepas recebeu uma sólida validação externa, feita por uma sociedade pediátrica altamente reconhecida. Temos orgulho em oferecer uma solução probiótica com sólida evidência na redução de uma das mais sérias condições entre prematuros e temos esperança de que, com esta validação externa, a solução probiótica possa ajudar um número ainda maior de prematuros em todo o mundo", afirma Christian Barker, VPE, Saúde e Nutrição, Chr. Hansen.

"Não poderíamos querer um melhor apoio para o nosso produto, que representa os pontos fortes da Chr. Hansen em termos de inovação, de um novo patamar em qualidade e segurança e, não menos importante, do nosso objetivo geral. Nós fazemos negócios para usar a nossa ciência e tecnologia e fazer uma diferença positiva no mundo, e esta solução é um ótimo exemplo disso."

Cerca de 1-2% de todos os bebês nascem com muita ou extrema prematuridade, isto é, dois meses ou mais antes da data prevista, o que equivale a 2,4 milhões de bebês em todo o mundo anualmente. A ECN afeta aproximadamente 5% deste grupo e resulta em uma taxa de mortalidade de até 30% (3).

Os mais rigorosos processos de produção
O probiótico multicepas da Chr. Hansen foi testado em dois ensaios clínicos de alta qualidade em relação à sua eficácia e segurança. Já foi demonstrado que ele ajuda o trato intestinal a ter uma função digestiva e imunológica saudável e reduz o risco de enterocolite necrosante em 50% (1).

Devido à alta vulnerabilidade de prematuros a infecções, a Chr. Hansen implementou os mais rigorosos processos de produção e acrescentou muitos outros requisitos além dos que são estabelecidos como padrão:

  • Todas as matérias-primas são provenientes de fornecedores aprovados, com base em uma avaliação regulatória de permissão para produtos de fórmula infantil
  • Um abrangente regime de teste é aplicado por lote para o único excipiente do produto, maltodextrina, a fim de verificar a qualidade microbiológica
  • Todas as salas onde os produtos infantis abertos são manipulados estão em conformidade com a ISO 14644-1-Classe-7 e apresentam sobrepressão em comparação com o entorno
  • Embalagens seladas, de uso único, minimizam o risco de contaminação no uso

O que é a ESPGHAN?
A Sociedade Europeia de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátricas (ESPGHAN) é uma organização multiprofissional cujo objetivo é promover a saúde das crianças através da produção de conhecimento e da divulgação de informações com base em ciência.

A ESPGHAN publica uma variedade de position papers e diretrizes no periódico científico "Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition". Em fevereiro de 2020, a ESPGHAN publicou um Position Paper, "Probiotics and preterm infants", que servirá como um guia para o possível uso de probióticos em prematuros.


Referências
1.Jacobs et al. Pediatrics 2013,132(6):1055-1062;
2.van den Akker et al. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 2020
3.Neu & Walker. N Engl J Med 2011,364(3):255-264 - Fitzgibbons et al. J Pediatr Surg 2009,44(6):1072-1075

BB-12® e TH-4® são marcas comerciais da Chr. Hansen A/S


A Chr. Hansen é uma empresa líder global de biociência, que desenvolve soluções naturais para as indústrias alimentícia, nutricional, farmacêutica e agrícola. Desenvolvemos e produzimos culturas, enzimas, probióticos e corantes naturais para uma ampla variedade de alimentos, confeitos, bebidas, suplementos nutricionais, rações animais e proteção vegetal. A nossa inovação em produtos se baseia em cerca de 40 mil cepas microbianas – nós gostamos de chamá-las de “bactérias boas”. Nossas soluções permitem aos fabricantes de alimentos produzir mais com menos – ao mesmo tempo que reduzem o uso de produtos químicos e outros aditivos sintéticos –, tornando nossos produtos altamente relevantes no mundo atual. Sustentabilidade é uma parte essencial da visão da Chr. Hansen para melhorar os alimentos e a saúde. Em 2019, a Chr. Hansen foi considerada a empresa mais sustentável do mundo pela Corporate Knights, graças aos nossos esforços em prol da sustentabilidade e às muitas parcerias colaborativas com os nossos clientes. Há mais de 145 anos nós satisfazemos os nossos parceiros e, por extensão, os nossos consumidores finais em todo o mundo. Temos orgulho pelo fato de que mais de 1 bilhão de pessoas consome diariamente produtos contendo os nossos ingredientes naturais. A Chr. Hansen foi fundada em 1874 e está listada na Nasdaq Copenhagen.

Compartilhe