Probióticos podem ajudar prematuros

Probióticos podem ajudar prematuros
Comunicado de imprensaNov 28. 2019 08:51 GMT

Foi demonstrado que uma nova combinação probiótica de três cepas da Chr. Hansen pode ajudar na saúde e no desenvolvimento do intestino de bebês prematuros e reduzir em 50% o risco de Enterocolite necrosante1

A Enterocolite Necrosante (ECN) é uma doença inflamatória e constitui a principal causa de mortalidade de bebês prematuros em todo o mundo 2. Os especialistas acreditam que um intestino subdesenvolvido ou com danos é a principal causa de ECN, agravado por complicações que incluem a ausência de sangue ou oxigênio para o intestino, danos ao revestimento intestinal ou crescimento bacteriano na parede intestinal.3

Foi demonstrado que uma nova combinação probiótica de três cepas da Chr. Hansen ajuda o trato intestinal a ter uma função digestiva e imunológica saudável. O novo produto da Chr. Hansen, lançado com base em parcerias com clientes, nos EUA e na Europa, já está em uso em algumas unidades de cuidados intensivos neonatais, sendo administrado a bebês através de um tubo de alimentação.

“Nosso objetivo é óbvio e estamos realmente empolgados em fazer a diferença para este grupo vulnerável: os prematuros. A eficácia e a segurança do probiótico multicepas foram testadas em dois ensaios clínicos de alta qualidade. Usar a nossa ciência e tecnologia para fazer uma diferença positiva no mundo é o propósito de nosso trabalho, e é por isso que ficamos satisfeitos em oferecer esta solução inédita a bebês prematuros”, afirma Andrew Scorey, vice-presidente sênior de Saúde Humana, na Chr. Hansen.

A ECN afeta 5% dos bebês nascidos com dois meses de prematuridade4

Cerca de 1-2% de todos os bebês nascem com muita ou extrema prematuridade, isto é, dois meses ou mais antes da data prevista, o que equivale a 2,4 milhões de bebês em todo o mundo atualmente.5 A ECN afeta aproximadamente 5% deste grupo e resulta em uma taxa de mortalidade de até 30%.4,6

Este novo produto contém uma combinação de três diferentes cepas probióticas: BB-12® Bifidobacterium animalis subsp. lactis, TH-4® Streptococcus thermophilus e Bifidobacterium longum subsp . infantis. Foi demonstrado que esta combinação ajuda a reduzir em até 50% o risco de ECN, tal como documentado em dois ensaios clínicos, que incluíram mais de 1.200 prematuros, nascidos dois meses ou mais antes da data prevista.1,7

“Prematuros costumam ter uma microbiota intestinal desequilibrada, o que os torna vulneráveis a infecções e certas doenças que põem a vida em risco. Foi demonstrado que este produto probiótico de três cepas, que utiliza cepas e espécies diferentes, proporciona vantagens funcionais para a população prematura”, explica a consultora científica sênior da Chr. Hansen, Ulla Holmboe Gondolf.

Requisitos rigorosos de produção garantem a mais alta qualidade

Devido à alta vulnerabilidade de prematuros a infecções, a Chr. Hansen implementou os mais rigorosos processos de produção.

“Nós sempre obedecemos aos padrões de qualidade e de produção correspondentes para a produção de todos os nossos produtos. Neste caso, nós acrescentamos mais requisitos além do que é estabelecido como padrão para garantir um produto seguro e de alta qualidade para esta população vulnerável”, acrescenta Scorey.

Os requisitos extras da Chr. Hansen incluem testes exaustivos de contaminantes e requisitos mais rigorosos em relação ao monitoramento ambiental e à limpeza antes da produção, a fim de eliminar o risco de contaminação.

Finalmente, o produto é acondicionado em embalagens seladas, de uso único, para ajudar a reduzir o risco de contaminação em comparação com os recipientes multiuso.

Referências:
1. Jacobs et al. Pediatrics 2013,132(6):1055-1062;
2. Cotton et al. J Perinatol 2005,25:650–655
3. Alganabi et al. F1000Research 2019,8:1-8
4. Neu & Walker. N Engl J Med 2011,364(3):255-264
5. Chawanpaiboon et al. The Lancet 2019,7:37-46
6. Fitzgibbons et al. J Pediatr Surg 2009,44(6):1072-1075
7. Bin-Nun et al. J Pediatr


Chr. Hansen is a leading, global bioscience company that develops natural ingredient solutions for the food, nutritional, pharmaceutical and agricultural industries. We develop and produce cultures, enzymes, probiotics and natural colors for a rich variety of foods, confectionery, beverages, dietary supplements and even animal feed and plant protection. Our product innovation is based on more than 30,000 microbial strains – we like to refer to them as ‘good bacteria’. Our solutions enable food manufacturers to produce more with less – while also reducing the use of chemicals and other synthetic additives – which make our products highly relevant in today’s world. Sustainability is an integral part of Chr. Hansen’s vision to improve food and health. In 2019 Chr. Hansen was ranked as the world’s most sustainable company by Corporate Knights thanks to our strong sustainability efforts and our many collaborative partnerships with our customers. We have been delivering value to our partners – and, ultimately, end consumers worldwide – for over 140 years. We are proud that more than one billion people consume products containing our natural ingredients every day. Revenue in the 2017/18 financial year was EUR 1,097 million. Chr. Hansen was founded in 1874 and is listed on Nasdaq Copenhagen.