Lactobacillus paracasei da Chr. Hansen, L. CASEI 431®

Uma cepa probiótica bem documentada que promove a função imunológica

Lactobacillus paracasei L. CASEI 431® (a partir de agora será usada a marca registrada L. CASEI 431®) foi isolada inicialmente da amostra fecal de um bebê saudável e foi descrita em mais de 90 publicações científicas, das quais mais de 20 são publicações de estudos científicos em humanos.  

L. CASEI 431® é uma cepa probiótica  bem documentada e foi associada a benefícios para a saúde em várias áreas de saúde, incluindo saúde imunológica, função respiratória e intestinal saudáveis. 

A cepa L. CASEI 431® é altamente estável e capaz de sobreviver no trato gastrointestinal. Ela tem sido usada em alimentos e suplementos nutricionais desde 1995. 

 

Características e especificações da cepa  

Amplamente estudada,a Lactobacillus paracasei L. CASEI 431® tem alta tolerância à bile e aos ácidos.1 Recentes pesquisas laboratoriais mostraram que a cepa L. CASEI 431® é um excelente sobrevivente de solução de ácido gástrico em pH 2,5 e solução de bile suína a 1%. Essas características permitem que a cepa probiótica sobreviva à jornada pelo trato gastrointestinal. Somente após passar através do trato gastrointestinal ela é capaz de influenciar a saúde de forma benéfica. (Ref.: Dados de Chr. Hansen Human Health Development [Desenvolvimento da Saúde Humana da Chr. Hansen]).   

A cepa probiótica L. CASEI 431®  tem boa aderência à mucosa intestinal, o que pode diminuir a aderência de bactérias potencialmente prejudiciais,1 bem como suporte à função de barreira2 e interações imunológicas.3

 

Em estudos científicos de alta qualidade, a cepa L. CASEI 431®  mostrou que pode: 

  • Ajudar na resposta imunológica4-7 
  • Promover respostas saudáveis de moléculas imunológicas2  
  • Aumentar o número de anticorpos específicos produzidos em resposta a um desafio4, 6-7 
  • Reduzir a duração do desconforto respiratório5 
  • Em combinação com Bifidobacterium, BB-12®, a cepa L. CASEI 431®  pode ajudar a manter a frequência e a consistência normal das fezes em bebês.


Recebeu o estatuto QPS na Europa 

A cepa L. CASEI 431®  é segura para consumo humano. Recebeu o estatuto QPS (do inglês “Qualified Presumption of Safety” – suposição qualificada de segurança) da EFSA na Europa. 

Foi testada em estudos científicos randomizados, duplos-cegos, controlados por placebo em níveis de até 50 bilhões de UFC (unidades formadoras de colônia)/dia, isoladamente e em combinação com Bifidobacterium BB-12®, não apresentando problemas de segurança. 

 

Resumo das informações importantes sobre a cepa L.CASEI 431® 

  • Estudos científicos demonstram que a cepa probiótica L.CASEI 431® pode ajudar na função imunológica 
  • Uma das cepas mais bem documentadas do mundo 
  • Bons resultados nas áreas de saúde respiratória e imunológica.

 

A L. CASEI 431®, da Chr. Hansen, é única por ter

  • Estabilidade superior 
  • Boa sobrevivência no trato gastrointestinal 
  • Dados científicos de alto nível.  

 

L. CASEI 431® e BB-12® são marcas registradas da Chr. Hansen A/S.
 

Referências

1 Jacobsen CN, et al. Appl Environ Microbiol. 1999;65(11):4949-56.
2 Dados internos da Chr. Hansen em arquivo.
3 Zeuthen LH, et al. Clin Vaccine Immunol. 2006;13(3):365-75.
4 Rizzardini G, et al. Br J Nutr. 2012;107(6):876-84.
5 Jespersen L, et al. Am J Clin Nutr. 2015;101(6):1188-96.
6 Trachootham, D. et al.  Journal of Functional Foods. 2017;33, 1–10. 
7 De Vrese, M. et al.  European Journal of Nutrition. 2005;44(7), 406–413.
8 Vlieger AM, et al. Br J Nutr. 2009;102(6):869-75.
9 EFSA Panel on Biological Hazards (BIOHAZ). Statement on the update of the list of QPS-recommended biological agents intentionally added to food or feed as notified to EFSA 3: Suitability of taxonomic units notified to EFSA until September 2015. EFSA Journal. 2015;13:4331.  

 

 

Esta comunicação se destina exclusivamente a B2B e a profissionais de saúde. Esta comunicação não se destina a consumidores de bens de consumo finais. Nada nesta página deve ser interpretado como uma alegação aprovada.  

Compartilhe