CoaguSens na produção

COAGUSENS™

Uma solução baseada em dados para medir e controlar seu processo de coagulação

Desafio do setor

Não importa o tamanho do fabricante nem o tipo de queijo, a etapa de corte do gel de leite frequentemente é a menos controlada no processo de fabricação do queijo. Grande parte do rendimento geral do queijo, porém, depende desta etapa crítica, o que a torna fundamental para a medição e controle do processo. Muitos fabricantes de queijo têm recorrido à palpação com os dedos, uma técnica com desvantagens conhecidas, por exemplo, a incapacidade de realizar o teste em tempo real e a escassez de fabricantes de queijo experientes. Este método também é subjetivo e não quantitativo.

A solução da Chr. Hansen

Em parceria com a Rheolution Inc., uma empresa canadense de controle e análise de processos, a Chr. Hansen oferece agora uma solução baseada em dados para medir e controlar seu processo de coagulação CoaguSens™diz a você o valor de firmeza exato no qual você corta o coalho. Experimentar com cortes com valores de firmeza mais altos e mais baixos e correlacionar com os rendimentos resultantes permite aos fabricantes de queijo determinar a firmeza de corte correta e obter o maior rendimento a cada etapa.

CoaguSens™ é a primeira ferramenta de processo localizada perto (mas no exterior) das cubas, que oferece medições precisas e em tempo real da firmeza do leite coagulado. CoaguSens™ foi concebido com os fabricantes de queijo para os fabricantes de queijo.

Por que CoaguSens™?

  1. Fique no total controle da coagulação do leite e da etapa crítica do corte
  2. Ofereça produtos com qualidade consistente aos seus clientes
  3. Utilize uma ferramenta moderna e eficiente para tornar o processo de produção ainda mais eficiente
  4. Antecipe e resolva problemas de coagulação
  5. Elimine as surpresas e o estresse das suas operações de produção no dia a dia
  6. Obtenha mais queijo do seu leite.

Estudo de caso

Em uma fábrica de queijo nos EUA, CoaguSens™ foi utilizado para monitorar a coagulação de 37 lotes de cheddar. Localizado próximo às cubas de coagulação, CoaguSens™ mediu a firmeza do coalho em tempo real e registrou a firmeza de corte para cada lote monitorado. A firmeza é medida em unidades pascal (Pa): quanto mais pascais, mais firme é o coalho.

A taxa de retenção de sólidos foi calculada a partir dos sólidos do leite no tanque e dos sólidos do whey, medidos com um analisador de leite infravermelho próximo (NIR).

Taxa de recuperação de sólidos (em %) = (Peso dos sólidos no leite – Peso dos sólidos no whey)/Peso dos sólidos no leite.

Os dados demonstram que a taxa de recuperação de sólidos é um indicador de desempenho de coagulação muito melhor do que o rendimento, que é influenciado pela umidade do queijo e por todas as etapas do processo após a coagulação.

Gráfico CoaguSens

Os gerentes de produção na fábrica utilizaram CoaguSens™ para auxiliar a decisão sobre o momento de cortar. Inicialmente, eles determinaram 235 Pa, para os quais a taxa de recuperação de sólidos foi em média de 60%. Quando determinaram 170 Pa, a Taxa de recuperação de sólidos aumentou para 63,3%, o que resultou em um aumento de rendimento de 14,6% para 15,4%.

Cada cuba de leite de 35 mil lb produziu 5.124 lb de queijo com uma taxa de recuperação de sólidos de 60% e 5.407 lb com uma taxa de recuperação de sólidos de 63,3%. Portanto, CoaguSens™ possibilitou gerar 282 lb a mais de queijo por cuba.

Neste fabricante de queijo, em particular, em vez de se confiar nos processos de recuperação de ingredientes do whey reprocessados de baixo valor, a rentabilidade foi aumentada com o uso de CoaguSens™ para ajudar na conversão de sólidos do leite diretamente em queijo.

Compartilhe