Uma nova funcionária durante a pandemia 

Lisbeth Bech começou a trabalhar como gerente sênior no departamento de P&D, em Recursos e Planejamento, na Chr. Hansen, em 1º de abril de 2020. Leia sobre os primeiros meses dela em seu novo emprego e saiba quais foram as surpresas e os aprendizados positivos ao começar um novo emprego durante o confinamento. 

 

A importância de ter bons colegas

Em circunstâncias normais, a sede da Chr. Hansen, em Hoersholm, é um local de trabalho movimentado, com a agitação saudável de cerca de 700 pessoas entrando e saindo. Mas, em 1º de abril de 2020, não era o que se via, já que a sede estava praticamente fechada devido à COVID-19. No entanto, Lisbeth teve seu primeiro dia de trabalho na Chr. Hansen e começou seu trabalho com uma reunião à distância com seus novos colegas.

“Claro, foi estranho não poder me encontrar com as pessoas, mas eu me senti bem acolhida virtualmente pelos meus colegas. O que mais me impressionou quando finalmente pudemos voltar ao trabalho foi a sensação quase familiar que tive, porque todos estavam ansiosos para me receber.”

Lisbeth se surpreendeu ao encontrar esse sentimento de familiaridade em uma grande empresa global: “Não acho que já tenha tido essa experiência em outro lugar. Acho incrível que essas pessoas altamente focadas encontrem tempo para serem tão abertas e atenciosas com seus novos colegas. Por toda parte, há um interesse genuíno pelos outros, e eu acho isso maravilhoso. Também estou impressionada com a ambição da organização e de seus funcionários. As pessoas trabalham muito e estão focadas em objetivos, e é muito motivador encontrar essa mentalidade de start-up em uma empresa estabelecida. Isso mostra que somos capazes de agir rapidamente e fazer mudanças importantes quando necessário.”

Liderança que funciona bem

No começo de um novo trabalho e ao se acostumar com a nova organização, as pessoas e o ambiente, os líderes podem atuar como sólidos parceiros de treinamento. Para Lisbeth, sua líder, Julie Mahler Kappelgaard, foi a combinação perfeita: “Julie desempenhou um papel muito importante na minha primeira vez aqui, na Chr. Hansen. Ela tem sido muito acolhedora e clara sobre os projetos e tarefas pelos quais gostaria que eu fosse responsável. Nós aproveitamos a oportunidade para alinhar o trabalho e ter certeza de que estamos nos entendendo. É uma boa relação de trabalho de base profissional – ainda que informal.”

Trazendo experiências anteriores para a nova função

Em sua nova função, Lisbeth pode usar grande parte da experiência de sua carreira, incluindo o trabalho em toda a cadeia de valor de P&D, bem como em desenvolvimento e estratégia de negócios.

“Por ter trabalhado em toda a cadeia de valor de outra empresa de biotecnologia, acumulei informações valiosas sobre como funcionam os diferentes processos e que impacto as mudanças têm. Isso vai me ajudar na minha nova função, onde trabalho na otimização de diferentes processos de P&D, na Chr. Hansen, para auxiliar nossa estratégia geral. Eu vou me concentrar em ‘novas formas de trabalhar’ para garantir que os objetivos sejam alcançados e que continuemos a oferecer as soluções de que as indústrias precisam. Estou muito concentrada em aprender constantemente com as outras pessoas para que possamos consolidar esses aprendizados em toda a organização. Só ao compartilharmos e aprendermos, seremos capazes de melhorar e aperfeiçoar nossas soluções.”

 

O programa Come Fly with Me, da Chr. Hansen

Para garantir uma boa pré-integração e integração de todos os nossos funcionários, todos os gerentes têm à disposição material para ajudá-los a receber um novo funcionário. Iniciativas de parceria e mentoria ajudam a criar envolvimento, e os colegas podem contribuir para proporcionar uma transição suave aos novos membros da equipe.

Graças ao programa de pré-integração, os funcionários passam a conhecer o negócio da Chr. Hansen antes de seu primeiro dia. E, dessa maneira, se tornam parte da família Chr. Hansen mais rapidamente e obtêm uma compreensão clara do papel que desempenham no cumprimento de nossas ambiciosas metas.

Graças ao programa de integração, todos são orientados com segurança para garantir uma experiência acolhedora na empresa, na equipe e na nova função.

 

Liberdade e responsabilidade

Lisbeth está satisfeita com a grande liberdade em seu novo emprego: “Sem dúvida, minhas experiências anteriores e o conhecimento que trago são altamente valorizados e tenho grande liberdade para lidar com as minhas responsabilidades da maneira que eu achar melhor. É muito gratificante poder usar minhas próprias ferramentas nesta nova posição para ajudar a resolver as tarefas em mãos. E mesmo que algumas coisas sejam semelhantes na indústria de biotecnologia, as soluções que encontramos são muito diferentes, e é isso que torna o trabalho extremamente interessante.”

Aprendizados durante o confinamento da COVID-19

Para Lisbeth, há alguns aprendizados que ela e outras pessoas podem tirar do período de confinamento: “Nossa capacidade de trabalhar virtualmente foi realmente uma vantagem clara durante a pandemia de COVID-19. Embora eu prefira encontrar meus colegas pessoalmente, todos foram muito bons tirando o melhor proveito da situação e tornando minha integração agradável e acolhedora.” Lisbeth também enfatiza que trabalhar on-line pode realmente resultar em maior eficiência: “Eu fiquei impressionada com a preparação e disposição de todos em nossa primeira reunião de apresentação. Era como se quisessem aproveitar ao máximo o tempo que tivemos durante a reunião on-line, e eu recebi contribuições valiosas de todos.”

E, por último, ela acrescenta, com um sorriso: “No entanto, após o retorno ao escritório, eu precisei de ajuda para reconhecer efetivamente os meus colegas na vida real. Isso ocasionou alguns momentos engraçados dos quais, felizmente, todos rimos.”

A integração de Lisbeth é um bom exemplo dos pontos fortes do programa de integração da Chr. Hansen, Come Fly with Me. 

Compartilhe